domingo, 30 de setembro de 2012

Boa semana!


Mais um dia.
O dia foi muito bom. 
Acordei cedo, fui com a tia na feira, fizemos um almoço, aliás ela fez....
Ô saudades daquele tempero meu Deus!
O marido hoje, acho que por milagre divino (devem ter ser salvado muitas almas hoje no céu rsrsrs) Tirou folga, nunca tirou folga em um domingo há anos...
Ela foi embora à tarde, ficamos vendo filme. Meu filhote foi na festinha da prima aqui do lado.
A noite fomos ao Habbib's, voltamos e acabou meu super domingo!
Acho que vai dar para começar a semana com as energias renovadas. Fim de semana muito bom gente! Fui tão paparicada, acho que estava precisando disto.
E mais uma semana começa... Graças a Deu!
Que Deus conceda cada vez mais serenidade para enfrentarmos esta questão da dependencia química em nossas vidas e de nossos amados.
O mais difícil é admitir nossa impotência perante a doença, depois disto o resto fica muito simples...
Não existe coisa melhor no mundo do que descobrir a delícia de se viver sem drogas é uma sensação de ter renascido mesmo como uma fênix. Ter prazer na vida, ao lado das outras pessoas sem precisar se drogar para isso, não tem preço.



Serenidade!




Grata senhor por mais um dia.




sábado, 29 de setembro de 2012

Uma tarde com a tia.



Mais um dia limpa.
Hoje minha tia favorita veio me visitar. Me trouxe andú verde que colheu da horta. Este tipo de feijão ainda verde dá uma farofa deliciosa feita com coentro, cebolinha, bacon... 
Fofocamos o dia todo e agora ela está dormindo, vai embora amanhã depois do almoço.
Ela mora numa outra cidade, viaja duas horas para chegar aqui. Confesso que eu mesma morro de preguiça de ir onde ela mora. Mas ela sempre vem me ver, mesmo já tendo uma certa idade, saúde limitada...Tão bom este carinho! Fico tão feliz quando ela vem....
Da família ela foi a única que nunca me desprezou nem nos piores momentos. Mesmo que tenha ficado triste comigo, não  me deixou de lado como fizeram os outros.
No post de ontem tem uma reportagem falando sobre o apoio da família ao adicto. Coisa que não tenho, a não ser do meu marido e minha tia, principalmente aqui onde moro. Aqui as pessoas parecem que ficam o tempo todo torcendo pela próxima recaída. Talvez seja isto que me faça tão forte, não querer dar o gostinho de me verem no chão.
O apoio da família é importante, mas como não tenho eu conto com meu apoio mesmo. Aprendi a fazer isto desde a infância, quando fiquei órfã.
"Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo." (Renato Russo)

Serenidade. Bom domingo !

Obrigada senhor por mais um dia.




sexta-feira, 28 de setembro de 2012

A importância da família!




Mais um dia limpa.
O dia foi normal, rotina de sempre. Não saí de casa, só para levar o filhote na escola e buscar.
Hoje eu li uma matéria muito interessante sobre recuperação. E trouxe para que possamos entender um pouco sobre quais ferramentas usar nesta fase tão importante para nós.
Serenidade.
Grata senhor por mais um dia.


A presença da família é importante durante todo o processo de tratamento da pessoa que apresenta dependência e fundamental também na etapa da reinserção social do ex-usuário de crack. Após o término da fase intensiva de tratamento e com o retorno ao meio familiar, o restabelecimento das relações sociais positivas está diretamente relacionado à manutenção das transformações.
Segundo Fátima Sudbrack, psicóloga e professora da Universidade de Brasília (UnB), um dos primeiros passos para o processo de reinserção social é evitar o isolamento do usuário. “É uma ilusão achar que só a internação vai resolver o problema. Na verdade, a desintoxicação é só uma parte do tratamento, pois o mais importante é a reinserção social. É importante que o dependente saiba com quem pode contar”, explica.
É fundamental que a família reconheça que ele está em um processo de recuperação de dependência, compreenda suas dificuldades e ofereça apoio para que ele possa reconstruir sua vida social. “Durante o tratamento os familiares e amigos podem e devem apoiar o dependente, se possível com ajuda profissional. O principal risco para um ex-usuário é se sentir sozinho, desvalorizado e sem a confiança das pessoas próximas”, diz Fátima.
A capacidade de acolher e compreender, estabelecer regras claras de convivência familiar, a demonstração de um interesse real em ajudar e de compromisso com a recuperação, além do respeito às diferenças e da manutenção de um ambiente de apoio, carinho e atenção, são atitudes que contribuem para melhorar a qualidade de vida do ex-usuário e ajudam na prevenção de recaídas. “De forma geral, no início é preciso exercer um controle maior sobre as atividades do indivíduo, manter uma rotina mais rigorosa, com acompanhamento. É preciso oferecer toda a ajuda possível, manter uma proximidade maior. O que faltou antes vai ter que ser fortalecido neste momento”, afirma o médico Mauro Soibelman, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É o chamado manejo firme e amigável, expressão usada por psiquiatras especializados no tratamento de dependentes químicos. “Não significa ser autoritário e bruto, apenas firme no propósito de manter o usuário longe do crack”, completa o especialista.
De acordo com Raquel Barros, psicóloga da ONG Lua Nova, é preciso dar espaço para a pessoa recomeçar. “Não se trata de fazer de conta que nada está acontecendo, mas de não focar a pessoa só nisso”, ressalta. A procura por um trabalho e a volta aos estudos deve ser incentivada. “É fundamental ocupar o tempo em que o dependente fumava crack com atividades saudáveis, seja com estudos, trabalho, esportes ou caminhadas”, diz Mauro Soibelman.

Hábitos sociais
Situações de convívio social fora do ambiente familiar tendem a ser desafiadoras para o ex-usuário de crack. Para a psicóloga Fátima Sudbrack, não é recomendado que a pessoa volte a freqüentar casas noturnas, bares ou mantenha contato com amigos que fazem uso de drogas. “Não podemos pedir que a pessoa abandone tudo o que fazia, mas é bem difícil retornar a esses lugares e não voltar a consumir a droga”, diz.
O uso de drogas lícitas, mesmo de forma moderada, não é recomendado pela maioria dos especialistas. “O cigarro é mais tolerável, apesar de controverso. Mas o álcool é um grande problema. Mesmo em baixas doses, a bebida alcoólica afrouxa as defesas do usuário e se torna um facilitador para recaídas”, explica Soibelman. Para a psicóloga Fátima Sudbrack, o dependente tende a compensar a ausência do crack com outra droga mais acessível. “Fazendo o uso de álcool e outras drogas ele não vai se recuperar, mas apenas buscar satisfação em outro produto”, diz.


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

De mim cuido eu!



Mais um dia limpa.
O Poder superior me concedeu mais um dia de abstinência. Sobriedade serenidade.
O dia foi normal, minha rotina de sempre. Não caminhei hoje, frio demais, não tinha como. Mas confesso que está me fazendo muita falta. Sinto como se estivesse deixando de fazer  algum coisa muito importante no dia.
Fui ao supermercado com eles depois do almoço, voltamos.
As debochadas e detestáveis câmeras escondidas filmando tudo com sorrisos sarcásticos. Aprendi a ignorar. Deixe que sorriam. Afinal de contas nada podem fazer além de se contaminarem com o próprio veneno de negatividade que só faz mal a quem sente.
"Não ligue para essas caras tristes fingindo que a gente não existe" (Cazuza/ Bete balanço).
Passei a tarde com meu fofinho, que está cada vez mais travesso, depois que entrou na escola então parece volta de lá com as baterias carregadas.
A ansiedade está amena, é difícil mas decidi não ficar me preocupando tanto com o futuro, afinal de contas se estou vivendo o só por hoje, tenho que me enquadrar dentro desta programação.
Como disse Jesus:
“Portanto, não andeis ansiosos pelo dia de amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal.”        ( Mateus 6:34 ) 
O que tenho que ter em mente que me basta a cada dia o milagre de conseguir chegar limpa ao final dele. Fazendo isto, o resto é consequência.
Serenidade.



Grata senhor por mais um dia limpa.




quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Que frio!!!!!!!!!!!!!!!!




Mais um dia limpa. Só por hoje.
Foi difícil sair da cama com todo este frio. Levei o filhote á escola e voltei para cama, 
hoje a caminhada foi cancelada.
E a vida segue, dia após dia aprendendo a lidar com minhas frustrações e anseios de cara limpa, sem ajuda de nenhuma substância que altere os sentidos.
Quando a gente fica limpo é que percebe que enfrentar alguns contratempos  de cara limpa é mais difícil Mas por outro lado consegue-se enxergar a clareza das coisas a nossa volta. Coisas que antes passavam despercebidas.
Muito bom poder assumir as responsabilidades pelas coisas, tomar as próprias decisões, melhores e  mais conscientes. 
A melhor parte de tudo é poder assumir a vida de volta, não para voltar a errar, ao contrário, para provar para si mesmo que é capaz de se cuidar sozinho. 
Nada  como aprender o verdadeitro sentido da palavar humildade sem se deixar humilhar por ninguém.
Coragem para admitir que as substâncias químicas são um limite que você não pode ultrapassar. 
Aprender a substituir o prazer das drogas por outros pequenos prazeres da vida, com cautela, sem ansiedade apenas um dia de cada vez. 
Serenidade!


Grata senhor por mais um dia.



terça-feira, 25 de setembro de 2012

Autocontrole



Mais um dia limpa.
Rotina normal, levei o filhote na escola, caminhada...
Nada de muito especial.
Fiquei um pouco ansiosa com algumas coisas. Mas ansiedade não controlada é uma arma perigosa que na maioria dos casos dispara e atinge a gente mesmo. Então tratei de baixar a bola e esquecer a monotonia natural de quem fica em casa (Por enquanto). 
No momento o mais importante é trabalhar meus sentimentos,  minha autoconfiança, entender que estou conseguindo vencer um dia de cada vez, com calma, sem apressar as coisas.
Trabalhando um coisa muito difícil para mim, a paciência. Muitas coisas com meu marido às vezes me tiram do sério. Normalmente são bobagens, mas aprendi a reavaliar minhas reações perante tais bobagens que me irritam profundamente. Acho que este tipo de comportamento acaba automatizando-se. Eu torno o problema muito maior do que ele realmente é, depois fico o resto do dia indignada.
Isto não é uma coisa da adicção, hoje percebo que já era assim antes. Um pouco intolerante com as coisas, mas não percebia. E vamos combinar né gente a vida é tão curta para gente ficar perdendo o dia por conta de bobagens que eles fazem, coisa tão típica dos homens.
Outro dia  no  salão de cabelereiro uma moça disse que duas coisas tiram o sossego dela,  o cabelo e o marido. A outra retrucou que se o marido fosse embora não ligaria, mas se ficasse sem dinheiro para arrumar o cabelo ficaria muito brava. Achei a frase engraçada.
Autocontrole é difícil, mas estou aprendendo...

Obrigada senhor por mais um dia.


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Preconceito contra adicto.



Mais um dia limpa.
Levei o filhote na escolinha, e fui caminhar morrendo de preguiça, não fui no fim  de semana,
o corpo fica mal acostumado, mas depois é muito bom.
Hoje conrversei com duas amigas compaheiras de blog no msn, foi muito bom de verdade. Esta amizade que a gente acaba fazendo, mesmo que virtual, é uma coisa fantástica. 
Muito bom falar com pessoas que passam pelos mesmos problemas que a gente, não tem julgamentos, preconceitos, apenas pessoas que trocam experiências  que servem de conforto mútuo. Comentamos sobre as pessoas que estão próximas, família amigos, que se afastam, discriminam como se nunca fosse possível acontecer na família deles também.
Sem falar das amigas que se afastam pelo simples fato da esposa ou marido, não ter abandonado o adicto, quando sabemos que a função do verdadeiro amigo é apoiar o outro independente de suas escolhas, torcer para que tudo termine bem. Por este motivo não me incomodo que as pessoas se afastem, as vezes é bem melhor do que ter pessoas por perto querendo apenas especular sua vida e sair falando por aí. Na minha opinião tratam o adicto como tratavam os leprosos na época de Jesus, inclusive pessoas que dizem ser cristãs.

A lepra e os leprosos na época de Jesus

Na época de Jesus a lepra era uma doença terrível e incurável. Desde o momento em que era constada a lepra, o leproso era privado do convívio das outras pessoas e ficavam em um lugar isolado. O Novo Testamento nos mostra a situação dos leprosos, a sua vida em cavernas afastadas das pessoas. Se porventura um deles tivesse de andar ao encontro das pessoas, teriam que tocar um sino, para se auto anunciar e determinar a distância. Isto queria dizer que estava passando um imundo, um contaminado pela lepra. A situação do leproso era humilhante, visto que a lepra era considerada no Judaísmo um estado de grande impureza, sua situação não tinha solução. Em caso de um leproso tornar-se curado, ele teria que ir até o Templo de Jerusalém se apresentar ao sacerdote que o examinava e o liberava para conviver com qualquer pessoa. Jesus sabedor das normas do Judaísmo depois da cura do leproso ordenou que fosse se apresentar ao sacerdote. A narrativa confirma que no mesmo instante, a lepra desapareceu. (Mt 8,1-4).

Serenidade a todos.

Grata senhor por mais um dia.



domingo, 23 de setembro de 2012

Ótima semana




Mais um dia limpa.
Hoje fui com meu filhote na feira, normalmente compro tudo no supermercado mas ele queria sair e fomos comer um pastel, o mariso não estava em casa.
Encontrei uma conhecida que falaaaaaaaaa muito, ficou de papo comigo. O filhote focou impaciente com ela.
Voltei para casa, as "câmeras" continuam a filmar como sempre. Eu nem aí.
Passamos o resto da tarde  em casa. Friozinho...sem muito o que fazer!
Serenidade apesar de tudo, só por hoje. 
Mais uma semana começa, com ela sempre a esperança de dias melhores.
Que Deus abençoe esta semana que se inicia que seja de vitóra para todas nós.

Grata senhor por amis um dia.





sábado, 22 de setembro de 2012

Dia de descanso!


Mais um dia limpa.
Em casa com o filhote curtindo o friozinho,
 comendo e vendo TV. Nada de muito especial.
Apenas o milagre de mais um dia de serenidade .
 Mais um dia de paz junto aos que amo.
Tenham todos um ótimo domingo.




Grata senhor 
por mais um dia!


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Chegou a primavera mais o inverno não quer ir embora.



Mais um dia limpa.
Levei o filhote para a escola e apesar do tempo ruim fui caminhar. Pela manhã não estava chovendo para minha sorte. O resto do dia foi normal em casa curtindo este "frio de primavera". 
Tempo maluco.
Só po hoje, serena. Mergulhando em mim, abrindo os arquivos escondidos para aprender a me conhecer melhor. Mudando hábitos, como é difícil abandonar velhos hábitos! Tentando ser mais humilde, menos arrogante. Aprendendo a expor mais meus sentimentos ao invés de guardá-los para mim e ficar sofrendo sozinha, carregando um peso enorme me fazendo de mártir quando posso dividir este peso tranquilamente com alguém. Dividir sentimentos de dor e frustraçaõ é possível e recomendável. Torna o fardo mais leve.

Bom fim de semana!

Grata senhor por mais um dia.



quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Dia preguiçoso...




Mais um dia limpa.
Depois de fazer calor a semana inteira, hoje amanheceu frio. Deixei o filhote na escola e pensei em voltar para casa para dormir mais um pouquinho. Mas então lembrei que quando era para andar atrás do crack não media distância nem cansaço. Então fui fazer minha caminhada. Uma hora.
Voltei para casa e só saí para buscar meu pimpolho. Á tarde fiquei deitada com ele lambendo minha cria. Eu que não queria ter filhos outra vez, hoje sou uma mãe coruja, quem diria. E como eu mimo este moleque...
Os dias tem sido serenos. Estou aproveitando esta nova temporada de caminhada para "tentar" fazer uma reeducação alimentar, ainda tenho o cardápio que o endócrino me deu na última consulta. Claro que nunca consigo seguir a risca mas dá para tirar uma base.
Caminhar deixa o corpo bem melhor. Dá mais ânimo. 
Não me canso de agradecer a Deus por minha serenidade. Hoje vi  pela janela uma companheira que ainda está na ativa. Estava descendo a rua com uma tosse que se ouvia de longe. Muito magra. Rosto chupado, olhos saltados. Caminhava devagar.
Pedi a Deus neste momento para ter misericórdia dela, agradeci por ele me dar força para seguir minha vida sem vontade de usar. Estou levando uma vida normal, cuidando do corpo que antes eu só destruí, tentando o suicídio lento neste sub mundo.
Tento não lembrar muito do passado, fazer isto é traze-lo para o presente e não é isto que quero. Tudo que quero é recuperar o tempo perdido enquanto ainda tenho saúde para isso.
Como diz nosso amigo JUNIOR:

http://limposporhoje.blogspot.com.br/?zx=e9f258e32aa182d

"O MAIS ME SERÁ REVELADO."

Grata senhor por mais um dia.



quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Só por hoje


Mais um dia limpa.
Hoje o filhote não chorou na hora em que o deixei na escolinha. 
Fui fazer minha caminhada, acho que desta vez estou conseguindo levar a sério rsrsrsr.
Voltei e não saí mais para a rua.
Estou bem, serena... Vivendo um dia de cada vez. Limpa só por hoje.


Grata senhor por mais um dia.





terça-feira, 18 de setembro de 2012

Calor demais!



Mais um dia limpa.
Acordei com muito sono hoje, na noite passado fez muito calor, consegui pegar no sono já de madrugada. Chegou um vizinho bêbado fazendo escândalo, acordando toda a vizinhança. Dormi apenas 3 horas na noite passada.
Levei o filhote na escola, estava muito cansada para ir caminhar, quase desisti, mas no último momento acabei indo. Andei 40 minutos e voltei, vinte a menos que o de costume.
Fiquei cuidando das coisas de casa até dar o horário do filhote sair. Fui buscá-lo, a tarde fomos ao supermercado. E assim o dia se foi. 
Serenidade, só por hoje.


Grata senhor por mais um dia!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Desistir nunca!



Mais um dia limpa,
Levei o filhote na escola, fui caminhar, hoje dobrei o percurso, caminhar faz um bem...
e o resto  dia foi normal.
Normalmente durmo tarde mas hoje estou morrendo de sono meus amores. Exercícios físicos são ótimos para acalmar a ansiedade, liberar endorfina, deixar o adicto cansado rsrs. Todos os DQ's deveriam experimentar. Além de ajudar na recuperação ainda deixa o corpo em forma para o verão que vem chegando mais cedo, aumenta a auto estima, etc.
Encontrei um vizinho que sei que também é usuário de crack, nunca estivemos na mesma turma de uso mas sabemos que somos  DQ's. Ele ficou admirado de eu estar tão bem. Disse que está fazendo tratamento no Caps mas não está conseguindo levar a sério, que pretende desistir. Eu disse a ele que não importa quantas vezes eu recaía, apesar de estar bem, lutando bravamente, sei que há a possibilidade, é próprio da doença. Mas de uma coisa eu sei, nunca vou desistir de recomeçar. Feio não é cair e sim ficar no chão. Isto vale para tudo na vida.
Já estou ficando ansiosa com empresa que me empregou, apesar de terem me avisado que só vão chamar para o próximo treinamento no começo de outubro, estou louca par ir buscar minha carteira de trabalho e correr atrás de outro emprego. Meu marido acha que é melhor esperar até o filhote adaptar-se bem na escolinha, que eu devo esperar a empresa me chamar, que não falta muito... 
Gente, como esperar é ruim. Eu nasci de sete meses não esperei nem os nove... 
Tudo na minha vida tem que ser pra ontem.
Mas enfim, deixa acontecer. O filhote ainda está fazendo birrinha para entrar na escola apesar de voltar feliz e cheio de energia. Ainda não está comendo muito bem segundo a professora, mas sei que tudo é temporário, logo ele desgruda de mim.  
Sei que tem coisas que a gente deve esperar o tempo certo, mas eu ainda estou aprendendo a controlar a ansiedade que é uma característica pessoal.


Grata senhor por mais um dia!


domingo, 16 de setembro de 2012

Confiança é a arte de se superar e realizar melhor tudo a sua volta! (Chico Xavier)



Mais um dia limpa.
Hoje fomos com minha irmã Maria III no parque Santo Dias. As crianças divertiram-se muito.
Meu filhote voltou cansadinho e feliz. Bom que dormiu cedo.
Fique o resto do dia em casa. Estou bem, serena e tranquila. Confiante, buscando a evolução de uma maneira geral.
Tudo fica mais fácil quando ganhamos a consciência de que a vida é passageira e passa rápido, fica mais  fácil selecionar as escolhas, querer acertar mais, melhorar a qualidade de vida e valorizar a família e todas as conquistas pessoais. Não estou dizendo que a vida é um mar de rosas, mas ficar apenas focando no lado negativo também não ajuda em nada.
Se não houverem obstáculos como vamos nos tornar mais fortes?
Ainda percebo que algumas pessoas de minhas relações forçam certa simpatia comigo como se estivesse fazendo-me um favor.  Não gostam de mim, pior para elas. Eu Estou na minha, vivendo minha vida, indepedente da aprovação dos outros. Eu tenho minha própria aprovação, eu reconheço meus esforços, isso é o que importa. Aprendi a não esperar nada de ninguém.
As pessoas não me desapontam porque não iludo-me com elas.
Tenham uma boa semana!

Grata senhor por mais um dia.



sábado, 15 de setembro de 2012

Ótimo domingo!



O dia hoje foi normal, não fui caminhar, fiquei em casa fazendo uma super faxina ,trocando móveis de lugar...
Estou quebrada!
Passei o dia inteiro em casa. 
Bom de tudo e ver a casa limpinha com tudo em ordem.
quando a gente não tem o que fazer, tem que inventar, não pode é ficar com a mente vazia dando sopa para o azar.
É maravilhoso poder agradecer a Deus por mais um dia de serenidade e paz.

Grata senhor por mais um dia.


sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O crack continua a destruir vidas


Mais um dia limpa.
Acordei cedo, levei o filhote na escola e fui caminhar.
Na volta encontrei um companheiro que vi há 2 meses atrás, ele estava bem, recuperando-se, gordinho.
Hoje quase não o reconheci, estava sujo, barbudo, magro. Ele olhou -me de longe e fez que não viu, 
com certeza teve vergonha. Até um tempo atrás estava no caps, seguindo o tratamento certinho.
 Andava com um celular ouvindo hinos evangélicos. Realmente uma pena. Olhei para ele e senti um ponta  de tristeza
na  alma. Fiz uma oração pedindo a Deus do fundo do coração que olhe por ele.
Nos encontramos cara a cara em uma esquina. Como que tudo que acontece na vida da gente não é por acaso e temos que perguntar a Deus "pra que" ao invés de "por que", penso que nos encontramos pra que alguma coisa desperte tanto em mim quanto nele.
Talvez para que ele veja como estou me esforçando e fique motivado e para mim para fortalecer-me ainda mais não esquecendo
de como o crack é perigoso, como pode destruir a vida de uma pessoa em tão pouco tempo. Também para que eu valorize ainda mais as minhas conquistas, que por mais que pareçam pequenas, comparadas ao fundo do poço onde um dia estive, são valiosas demais.
O resto do dia foi normal. Peguei o filhote na escolinha ao meio dia, voltei, deixei o almoço pronto e saí para fazer umas entregas de 
vidros na lojinha.
A tarde fiquei com o filhote em casa. Assim o dia passou...

Grata senhor por mais um dia.






Este video copiei do blog da Luciana,
uma mulher de muita força
que também está nesta luta pela vida.
Bom final de semana a todos!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

De volta a caminhada




Mais um dia limpa.
Hoje levei o filhotinho para escola cedo, saí de lá com o coração doendo, ele ficou brincando e na hora da saída estava todo feliz. Se enturmou rápido!
Aproveitei para fazer caminhada, vou voltar novamente, agora que tenho que acordar cedo todos os dias. Antes o problema era sair da cama, agora tenho  que levar o filhote vai dar certinho, não tenho mais desculpas para não voltar a caminhar.
O clima hoje estava convidativo a ficar na cama e foi o que fiz depois do almoço.
E assim se passou mais um dia...
Sem muitas novidades hoje, estou serena, graças a Deus.
Hoje vi pela janela passar um dos companheiros habituais da época da ativa, me pareceu algo tão distante de mim, como se tudo tivesse sido apenas um pesadelo e eu tivesse acordado dele. Antes quando eu via estas pessoas eu tremia e temia que elas conseguissem me convencer a usar de novo, mas acho que de tanto treinar meus pensamentos, afastando as lembranças do uso, hoje para mim é uma coisa automática, se as lembranças vierem eu bloqueio imediatamente. O truque é colocar  no lugar da lembrança do prazer do uso coisas boas e saudáveis que nos façam felizes, ainda que sejam pequenas coisas, pequenas conquistas. O que faz com que a gente queira usar é a lembrança do m0mento do uso, do prazer deste momento.
Esta lembrança  quando é alimentada provoca uma descarga elétrica no cérebro que comanda o resto do corpo inteiro com uma espécie de torpor e ansiedade tamanha que faz com que você passe por cima de qualquer obstáculo para conseguir a droga, sem preocupar-se com as consequências, como se a capacidade de raciocínio neste momento fosse completamente anulada.
Não é fácil não gente! Fácil é criticar, difícil é estar na pele. Só acho que se entregar de  vez é covardia consigo e com quem nos ama.  Serenidade SPH.

Grata senhor por mais um dia.



quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Prevenir é sempre melhor


Mais um dia limpa.
Hoje foi dia daquele exame chatinho mas necessário, o papanicolau. Não podemos nos descuidar da saúde, uma vez que a vida da gente é cheia de responsabilidades, casa, filhos, marido e para algumas que trabalham fora então...Quanta coisa para nós mulheres nos preocuparmos não? Não podemos nos dar ao luxo de adoecer. 
Depois do exame voltei para  casa, almoçamos, fui ao super mercado Com meu marido voltamos, ele foi trabalhar, guardei as compras e fui na escolinha quem tem aqui próxima.
Voltei em casa para pegar os documentos que faltavam , saí de novo..
Matrícula feita, ele começa a manhã cedo, voltei para casa com o filhote que adorou a escola (3 câmeras escondidas) kkkkkk.
Estou com o coração pequenininho de ter que deixa-lo lá a manhã, mas é para o bem dele, está na hora do desgrude, mas acho que vai doer mais em mim do que nele.
Estava conversando com algumas mulheres que encontrei no postinho onde fiz exame sobre cuidados com as DST'S, a fiquei surpresa com a quantidade de mulheres que dizem Confiar em seus parceiros e por isso não usam preservativos e não estou falando das  que são casadas ou moram junto que são as que normalmente pensam assim. Meninas que dizem levar uns perdidos de seus namorados de vez em quando sabe? Nem nos maridos dá para confiar direito que dirá em namorado baladeiro, sem falar de nós DQ's que estamos no grupo de risco e podemos contrair doenças como  a hepatite C por exemplo (que também é sexualmente transmissível), apenas por compartilhar um cachimbo ( por causa de rachaduras nos  lábios geralmente ressecados). No caps eles fazem  estes exames periódicos para saber se estamos bem.
Ontem fiquei sabendo que o dono de um bar da rua em que cresci desencarnou. Fiquei muito triste, ele fez parte da minha infância e de boa parte da minha vida adulta.
Fiquei pensando que além dele pelos menos outros 5 que conheci se foram, todos de causas naturais, mas que lutaram contra as enfermidades. Me  senti culpada por não ter dado mais valor a saúde , por todas as vezes em que maltratei meu corpo de saúde perfeita por conta de desregramentos...Apesar de tudo tenho uma saúde perfeita ainda , fora a tireóide. Muito triste ver todos indo embora, sentir que o tempo está passando, que a saúde  por enquanto ainda está 90% mesmo depois de tanta autodestruição, mas só por enquanto.
Não quero mais perder tempo, vou cuidar da saúde enquanto ainda posso.

Grata senhor por mais um dia.



Descanse em paz querido Damião!


terça-feira, 11 de setembro de 2012

Um dia de cada vez



Mais um dia limpa
Um dia normal como outro qualquer.
Hoje foi um pouco corrido porque tive algumas encomendas a mais pra frazer, do pessoal do trabalho do meu marido. Saí para lojinha aqui perto um as duas vezes para comprar material,
o filhote ajudando aff! No fim deu tudo certo.
Nem vi o dia passar.
Hoje não vou me alongar muito, estou um pouco cansada e feliz por estar conseguindo manter-me limpa um dia de cada vez.
Mais 24 horas.
Grata senhor por mais um dia.





segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Mente sã, corpo são




Mais um dia limpa.
Hoje fez 2 meses desde a última recaída...Graças a Deus estou bem, vivendo um dia de cada vez, procurando manter a serenidade e buscando coisas novas para ocupara a mente e afastar os pensamentos  e lembranças da ativa, isto é fundamental. O artesanato é de grande ajuda para quem quer ocupar a a mente com coisas novas e boas. A cada técnica nova que a gente  aprende a auto estima aumenta e a gente percebe que é capaz de infinitas possibilidades.
E quando isto gera renda então? Melhor ainda!
Encontrei uma DQ das antigas  e ela estava na defensiva com tudo que eu falava sobre recuperação. Que as pessoas  da família não a aceitariam mais, que o tratamento do caps não dá resultado, que  a medicação também é droga, que emprego está difícil e ela está velha para conseguir um trabalho...
Comportamento de quem realmente ainda está muito ligado a dependência.
Quando queremos de verdade uma coisa NADA é empecilho. Mas quando não queremos é muito fácil ficar arrumando desculpas, jogando a culpa nos outros...Eu mesma fiz muito isto!
Hoje reconheço que se eu não der o primeiro passo nada vai mudar, se não fizer algo por mim ninguém mais pode fazer. Críticas sempre irão existir, mas isto não deve ser encarado como impedimento e sim como estímulo para fazer sempre meu melhor.
Mais 24 horas
Grata senhor por mais um dia.



domingo, 9 de setembro de 2012

DQ: criança rebelde!



Mais um dia limpa.
Hoje fez um calor...Meu Deus! Bom pra quem foi para praia. Fui cedo ao salão, lavar minha progressiva. Na volta até me espantei do marido já estar acordado. Para ficar em casa com aquele calor nem pensar. Consegui tirar o marido de casa, fomos ao shopping. O filhotinho se divertiu com as outras crianças do play. 
O resto da tarde foi normal, em casa.
Hoje olhando as crianças brincar no parque me dei conta de uma coisa, nós DQ's somos muito parecidos com crianças birrentas que não sabem aceitar um NÃO DA VIDA e o jeito de manifestar esta pirraça é sair por aí fazendo besteira. 
Podemos observar que na maioria dos casos quem se envolve com o mundo das drogas são as pessoas mais rebeldes, que querem fazer algo para provocar, como se fosse um grito de liberardade a algum tipo de repressão. 
Hoje me flagrei num destes momentos em que fui contrariada e o sentimento de rebeldia logo gritou dentro de mim. Diante da oposição a gente pensa :  "Haaa é assim? Então você vai ver agora"... A criança pirracenta quer sair de qualquer modo. Depende de que modo você vai deixar ela sair. A gente pode ter este controle. Quando  a criança quer um sorvete por exemplo, ela não pode por estar resfriada, dê um bolo cheio de recheio que ela goste , assim ela vai esquecer o sorvete.
A medida que vamos tomando consciência desta rebeldia, também vamos aprendendo a domar esta criança travessa que existe em nós.
Bom inicio de semana a todos.

Grata senhor por mais um dia.


Sobre a foto da postagem:

"Eis Amanda, nove anos de idade em 1990, lançando baforadas de fumo rebelde em direcção à câmara fotográfica de Mary Ellen Mark.
Mary Ellen Mark fora convidada pelo editor da Life Magazine, Peter Howe, para fotografar crianças problemáticas num colégio especial da Carolina do Norte. Neste colégio havia de tudo: de crianças com problemas de comportamento e socialização a casos de esquizofrenia.
Amanda, recorda Mary Ellen, era a mais interessante, a sua favorita, porque era uma criança tão esperta como impertinente. A história desta foto começa quando a fotógrafa decidiu segui-la. Ao vê-la, Amanda fugiu e Mary Ellen acabou por dar com ele escondida numa zona de mata, sentada numa velha cadeira com um cigarro entre os dedos. A miúda esperava que Mary Ellen a repreendesse por estar a fumar, mas esta não disse uma palavra sobre o assunto.
Dias depois, num domingo, visitou a criança em casa. Aí descobriu que Amanda, aos nove anos, exercia um domínio psicológico quase total sobre a própria mãe. Fazia o que queria. Fumava em casa como uma adulta. Mary Ellen recorda que nesse dia Amanda esperava a visita de Amy, a prima de oito anos. Quando ela chegou, saltou de contentamento e brincou como qualquer outra criança da sua idade. «Mas de 45 em 45 minutos, Amanda fazia uma pausa na brincadeira para fumar um cigarro».
Quando se preparava para partir, Mary Ellen encontrou a criança numa pequena piscina com a prima Amy. Fotografou-a num desses momentos em que parara de brincar.
Amanda deverá ter agora 27 anos, mas ninguém sabe o que lhe aconteceu. Por duas vezes Mary Ellen Mark se reencontrou muitos anos depois com pessoas que fotografara, mas não foi o caso de Amanda. Dela resta o retrato da pobreza, da solidão e de uma rebeldia de adolescente num corpo de criança."




sábado, 8 de setembro de 2012

Domingão!



Mais um dia limpa.
Hoje estava com cara de domingo por causa do feriado. Não fiz nada de especial. Fiquei em casa vendo filme.
Agradeço ao pai pela serenidade, paz de espírito e pela vida que por si só é maravilhosa e nós seres humanos imperfeitos  e ingratos quase sempre damos um jeito de estraga-la. Peço que a mesma compaixão que ele teve de mim possa estender-se a todos os esposos e conhecidos de todas as amigas que me seguem aqui, que seus amados sejam fortalecidos por Deus da mesma maneira que estou sendo a cada dia, não por que eu seja merecedora, sei que não sou,  mas porque a bondade de Deus é infinita comigo e com todos nós.

Serenidade a todos! Hoje e sempre.

 Mais 24 horas.





sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Feriado, dia da preguiça!



Mais  um dia limpa.
Em casa , rotina normal. Um pouco de artesanato, filmes... E lá se foi o feriado.
E é isso...Cada dia uma vitória, para muita gente pode não parecer nada mais para mim é muito.
Recuperar a auto etima, a vontade de viver...Não tem preço, prazer nenhum que a droga possa dar  se compara a isto. Sou grata a Jesus por tudo, pelas coisas boas que mostarm-me que a vida vale a pena e pelas coisas ruins que trazem sempre  uma lição no final de tudo.
Masi 24 horas.


Grata senhor por mais um dia. 


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Feriadão!



Mais um dia limpa, graças a Deus.
Hoje saímos para dar uma volta,  compramos um monte de guloseimas para o feriado e voltamos.
Fiquei o resto da tarde trabalhando...
Nada demais. 
Bom feriado a todos!

Grata senhor por proteger-me de mim mesma.










quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Já se passaram 3 anos...desde a cracolândia!



Mais um dia limpa.
Fui ao banco, super mercado, loja de artesanato... Um dia comum! Graças a  Deus.
Hoje 5 de setembro fazem 3 anos que voltei da cracolândia. Três anos do fim de um pesadelo.
Há 3 anos acordei num quarto de pensão, e pensei é hoje que vou embora...Tomei um banho, me alimentei. Me enchi de coragem e fui para o ponto do ônibus orando e pedindo a Deus para minha família me aceitar...
Eu reuni forças lá do fundo da alma para voltar ...E aqueles que não conseguem ter a mesma força, a mesma coragem? De um lado a sedução do consumo fácil, do outro a vergonha das pessoas da família, o medo da rejeição...No fim o vício acaba vencendo esta luta desleal na maioria dos casos. Quantas vidas jogadas fora naquele lugar. Conheci um professor de química da USP que deixou tudo para trás para viver nas ruas de São Paulo. Tive a oportunidade de lhe perguntar por que? A resposta: "O vício foi mais forte que eu." O fascínio da droga é indescritível, creio que deva existir drogas piores que o crack mas tenho certeza que nos últimos tempos nenhuma outra domina tanto as pessoas quanto a "pedra". Virou epidemia.
Podem ter certeza de que quem consegue ao menos ter vontade de parar já pode se considerar vencedor porque o crack tem domínio total da vontade. Você vira uma marionete e vive em função do uso. Já acorda pensando como vai conseguir dinheiro para usar. Escravidão total.
Perde-se a vergonha, a moral, os valores ficam distorcidos, ganha por consequência a marginalização social, abandono, perda da saúde etc.
Por este motivo, quem tem ainda alguém do lado que lhe estenda a mão, deve aproveitar a oportunidade e quem conhece algum DQ que mostra vontade sincera em recuperar-se deve ajudar, um apoio pode salvar uma vida.
Hoje também me ligou há alguns minutos, uma irmã ( Maria 2) com quem já não falo há algum tempo. Ela é uma destas pessoas arrogantes que vivem destratando todo mundo. Não fala mais com nenhum dos meus outros irmãos.
Ela na verdade não ligou para falar comigo e sim para me dizer desaforos, estava bêbada e foi me destratando logo de cara, desliguei o telefone e ela insistiu, até que tirei o fone do gancho.
Bêbada e me fazendo cobranças sobre meu passado da ativa! Como se o álcool não fosse também um vício que no caso dela é quase que diário. Mais um vez eu volto a falar sobre a ignorância das pessoas, estão indo para o buraco e atirando pedra no outro. Que Deus tenha piedade dela!
Minha outra irmã ( Maria 3) que tem um ex  marido adicto, conseguiu faze-lo sair da casa, isto me tranquilizou bastante, conversamos bastante hoje, ela está bem, conseguiu um novo emprego, está decidida, não o quer mais. Ele foi para Minas. Ainda bem  que não precisei interferir.
E eu aqui, (Maria 1), em paz e serena só por hoje! 
Nós 3 temos maria como  segundo nome.

Mais 24 horas.

Grata senhor por mais um dia!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Disse Jesus: Sois Deuses podeis fazer isto e muito mais...

Mais um dia limpa.
Hoje meu marido tirou folga, e passamos a tarde inteira na rua. Entre outras coisas aproveitei para comprar alguns materiais de artesanato, voltamos para casa, fiz o jantar e acabou o dia.
Ainda há pouco vi uma reportagem de dependência química na globo, dependência de remédios controlados. É um tipo de dependência pouco divulgado mas que é bem maior do que estima-se. Também não é um tipo de dependência que as pessoas descriminam tanto quanto a droga ilícita. Não vejo diferença entre ambas a não ser o fato de que uma é proibida.
No fim das contas na verdade sabemos que todas movimentam uma fortuna para a economia do país, seja lícita ou não. Por que iriam se importar? Desde que alguns milhões sejam ganhos porque se preocupar com a saúde do povão? 
Cada dia mais famílias são afetadas pelas drogas e as pessoas ainda insistem em não querer enxergar, a fechar os olhos como se nunca fosse acontecer com elas.
Um parente do meu marido, um dos meus maiores perseguidores quando eu era da igreja, que inclusive já chegou a bater boca comigo me humilhando perto de outras pessoas por eu ser DQ, descobriu que sua irmã  não só é DQ como também trabalha para sustentar  a casa e o vício seu e do companheiro. Meu marido me contou hoje que seu parente está arrasado. Esta pessoa em questão nunca aceitou o fato de meu marido ter se envolvido comigo. " Que vergonha uma nóia na família". Deixou de falar comigo.  Quando  ele sai da igreja que fica embaixo de minha casa, no meu quintal (No nosso salão), se eu estiver lá fora quase passa por cima de tanto orgulho. Agora descobre que a irmã também usa...
Como diria Lulu Santos: "Então é assim que a vida faz".
Este mundão está cheio de coisas ruins e destrutivas, sinal dos tempos, ao invés de procurar se unirem as pessoas parecem estar cada vez mais materialistas, individualistas e pior ainda, acham que nunca vai acontecer com elas , só com os outros. A ignorância humana é fascinante! Este é um dos motivos pelo qual a droga está ganhando esta guerra e entrando silenciosamente nos lares das pessoas. 
Felizmente eu tenho obtido bons resultados em minha recuperação ,admitindo minha impotência perante as drogas e vivendo um dia de cada vez, da melhor maneira possível, como se cada dia fosse o último no planeta e eu precisasse fazer o meu melhor. E faço todas as coisas com prazer, se não ficar bom, faço de novo até acertar e meu ego ficar satisfeito.
Mais 24 horas.
Grata senhor por mais um dia.