sábado, 30 de junho de 2012

Só por hoje...



Mais um dia limpa.
Pela manhã fui brincar com o bebê numa praça aqui perto, foi divertido. Passamos o resto da tarde em casa como de costume, eu e meu anjo da guarda.
Foi um dia comum, ao mesmo tempo especial como são todos os dias
em que um DQ  permanece limpo.
Fácil não é, mas não é impossível. Aos poucos a gente vai organizando os pensamentos, fingindo que não percebe quando as pessoas torcem o nariz, ou ficam nos observando quando voltamos de algum lugar sozinhos para ver se a gente está "normal"(apesar da raiva que dá),conseguir organizar as emoções para não perder o controle é um coisa fundamental. Quando não conseguimos fazer isto, qualquer bobagem pode acionar o gatilho da permissividade, que é quando a gente acha que merece uma gratificação por ter sido magoado(a doença nos manipulando). Se a gente cede a esta vontade achando que está recebendo um premio no momento, horas depois percebe que na verdade perdeu uma batalha e se deprime.
Por que não ficar atento e evitar tudo aos primeiros sinais?


Mais 24 horas para todos nós.


Grata senhor 
por mais um dia.



Não posso deixar de prestar minha homenagem aos 10 anos sem Chico Xavier, este mensageiro da paz que plantou o amor e a caridade em muitos corações.






                  Paz e luz.





sexta-feira, 29 de junho de 2012

♫♪A vida continua e se entregar é uma bobagem ♪♫





Mais um dia limpa!
Hoje o dia foi tranquilo, fiquei em casa, muita roupa para colocar em ordem depois de tantos dias frios, sem sol para secar.
Meu marido levou o filhote para casa da avó por uns minutos,
aproveitei para adiantar o serviço de casa. A tarde fiquei com meus artesanatos, afinal uma graninha extra não é nada mal.
Vou ganhando forças dia-a-dia. Força de manter-me limpa e sóbria,de não pensar no passado, não sofrer tanto com ele...
Vi um filme do meu irmão na net,não o vejo há tanto tempo,2 anos para ser exata. Foi inevitável cair no choro.Lembranças de um passado doloroso vieram a tona, época da nossa orfandade onde eu era a mais velha e como tal também a provedora e ganhava presentes no dia das mães.Nos dias atuais, apenas desprezo, apesar do meu esforço em voltar a ser metade do que eu era, não me perdoaram.
Mas não faz mal, eu me perdoei. Eu sei o quanto tenho lutado e ganhado as batalhas que surgem. Sei do meu valor e isto me conforta. Mas como diria o poeta: "deixemos de coisa e cuidemos da vida!"
Agora tudo que quero é manter a alegria e o otimismo e que Deus me ajude a manter minha doença estacionada.

Mais 24 horas para nós todos.



Obrigada Jesus por mais um dia limpa.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Serenidade!



Mais um dia limpa.
Acordei cedinho, depois de alguns pesadelos ainda envolvendo a "mardita". Incrível que depois de tanto tempo a gente ainda sonha com a droga. No sonho eu estava indo comprar mas nunca conseguia chegar na biqueira,as pernas travavam, ainda bem, não uso mais nem em sonho, exatamente como pedi em oração.
Resolvi levantar e passar uma montanha de roupas que estava na área de serviço.
Depois me arrumei e fui para o caps, hoje foi a festinha de confraternização da turma do curso de tapeçaria, foi muito legal.
Teve comes e bebes, sorteio de kits de material e até lembrancinhas. 
Na volta fiquei aqui com minhas coisinhas de sempre.
Chegar ao fim da noite, poder parar e fazer um balanço do dia, saber que foi um dia normal, tranquilo, que a serenidade se manteve, é uma sensação maravilhosa, muito melhor do que qualquer sensação que a droga pode oferecer.
Algumas pessoas que conheci ainda não encontraram o caminho de volta, talvez não seja ainda o tempo delas, talvez precisem passar por algumas etapas de sofrimento para poder dar um basta ou nem deem. Sei que quando a gente consegue sair de lá do fundo do poço e olha para o mundo aqui em cima, os olhos acostumados ao escuro conseguem enxergar o mundo ainda mais colorido do que antes e o valor das coisas aumentam. 
Não é difícil subir a tona, basta assumir um compromisso com  própria vida, querer preservar este carro físico que Deus nos emprestou para evolução aqui no planeta e pensar que um dia teremos que devolve-lo e em quais condições?
Mais 24 horas para todos nós.


Obrigada Jesus
por mais um dia







quarta-feira, 27 de junho de 2012

Diga não para você.



Mais um dia limpa.
Acordei tarde, descansei bem. Fui ao supermercado, passei o resto da tarde em casa.
Nada como ter o controle de sua vida, ter a certeza de que você consegue dizer não para si mesmo, porque é bem isto mesmo, você quando está se recuperando não está dizendo não para o droga em si,mas sim para você mesmo, para seu desejo secreto de consumo.
Ele está lá no fundo, estacionado, sei que não posso dar vazão a ele, não posso facilitar as coisas para que a doença me manipule.
Quando estamos bem, a gente tende a achar que temos o total controle da adicção e diante disto resolve se testar: "Acho que posso tomar uma cervejinha" (por exemplo).E depois desta zinha, vem outra e outra...Depois de várias quem vai ter o controle da vontade de usar a droga? 
Hoje dia de jogo final de libertadores quando toda a turminha se junta para assistir o jogo bebendo, porque é tradição no país esta combinação jogo/futebol, provavelmente se você estiver no meio do grupo vai se sentir tentado a beber, vai dizer para si mesmo: "Só umazinha". Não se engane, isto não funciona. Esta umazinha vai despertar a memória química que está estacionada e as consequências serão imprevisíveis(incontroláveis).
Então é nestas horas que a gente tem que aprender a dizer não para nós mesmos.

Mais 24 horas para todos nós!


Grata senhor 
por mais um dia limpa






UM AGRADECIMENTO ESPECIAL A AMIGA KEL QUE ME CITOU NO SEU BLOG ONTEM, ME DEIXANDO TODA VAIDOSA RSRSRS. RECOMENDO SEU BLOG, UMA LEITURA DELICIOSA, ABAIXO SEGUE O LINK


http://dependenciaecodependencia.blogspot.com.br/

terça-feira, 26 de junho de 2012

Dia internacional de combate às drogas







Mais um dia limpa, graças a Deus.
Hoje fui ao caps, teve atividades físicas no ginásio.
Fiquei feliz pela volta de um companheiro que havia abandonado o 
tratamento, estava bem, teve uma recaída e correu pro caps(decisão acertada).Creio que vai ficar tudo bem com ele, está feliz por estar trabalhando e o trabalho ajuda muito.
Na volta fui ao dentista, estava fugindo, adiando esta restauração há 2 meses, aquele motorzinho...Hoje não deu para fugir.
Depois fiquei em casa o resto do dia.


Hoje é o dia internacional de combate as drogas sendo assim, vou transcrever aqui um texto que li em um uma página que fala de coisas muito importantes.


Mais 24 horas.
Obrigada senhor por mais um dia.




"A magnitude do problema do uso indevido de drogas, verificada nas últimas décadas, ganhou proporções tão graves que hoje é um desafio da saúde pública no país. Além disso, este contexto também é refletido nos demais segmentos da sociedade por sua relação comprovada com os agravos sociais, tais como: acidentes de trânsito e de trabalho, violência domiciliar e crescimento da criminalidade.
Os motivos que podem levar uma pessoa a se entregar ao vício de drogas são vários e vão desde a necessidade de aceitação por um grupo até um problema de cunho familiar ou emocional. Da mesma forma são inúmeras as pessoas que se aproveitam disso para traficar e obter lucros com as fraquezas alheias.
Mas como resolver essa situação? O tráfico cresce porque cresce o número de usuários de drogas.
Este número aumenta porque aumenta o tráfico de drogas.
Isso significa que não adianta combater às drogas simplesmente como um "problema de polícia".
Não adianta lutar contra o tráfico, enquanto crime, e esquecer de lutar contra às causas que levam as pessoas ao consumo e a dependência química. O combate às drogas deve se dar também no âmbito educacional, psico-social, econômico e até mesmo espiritual.
Muitos setores da sociedade já perceberam isso e, em conseqüência, aumentam as campanhas de combate às drogas e as organizações que visam a recuperação de dependentes químicos e sua reintegração na sociedade. Exemplo desse esforço social foi a campanha da Fraternidade de 2001, da Igreja Católica, cujo tema foi, "Vida Sim, Drogas Não".
Saiba como agir - Tente conversar e mostrar ao dependente químico quais os danos que o vício está causando na vida dele, bem como apresentar-lhe soluções viáveis. Caso o viciado já esteja numa fase crônica, não relute em encaminhá-lo para uma clínica de recuperação; mas não deixe de comunicá-lo anteriormente.
A ajuda e as dicas de um profissional competente, como um psicólogo ou psiquiatra, são de extrema importância para o próprio dependente e para aqueles que têm que lidar com um. Outro fator relevante é tornar o dependente ciente de seu comportamento quando está sob efeito da droga e as conseqüências que ele traz para si e para as demais pessoas."
Fonte:UFGNet


Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/junho/dia-internacional-do-combate-as-drogas.php#ixzz1yxmXwOjT

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Escolhi abrir mão e pronto.





Mais um dia limpa.
Hoje foi dia de consulta no psiquiatra. Correu tudo bem.
Comprei uns carrinhos para o filhote ( ele adora ) e voltei para casa. Minhas atividades de sempre.
Hoje o médico me perguntou se eu senti vontade de usar, respondi que não, porque não senti mesmo, se a gente tentar não lembrar da droga também não sente vontade de usar, tem que afastar o pensamento quando ele vem, aquele do exato momento do uso, este é o perigoso e substituir por outros e fazer uma oração. E também porque para mim já deu, é uma questão de escolha mesmo, escolhi abrir mão e abri. Muita gente sofre por causa disto, porque não acha que seja ainda o momento de abrir mão e que deve "curtir' mais um pouco.
Tudo bem, é um direito de cada um, mas já pensou se cada um resolve sair por aí fazendo o que lhe der vontade sem pensar nas consequências? Como ficaria o mundo? Pior do que já está com certeza. 
A relação com a droga se assemelha a um namoro de adolescentes, um furor, obsessão, você não vive sem ela e quando acaba o namoro
parece que o mundo acabou. Mas você tem que aceitar quando esse namoro chega ao fim. E no caso das drogas, o fim é sempre o melhor.

Mais 24 horas.

Grata senhor
por mais um dia limpa.

domingo, 24 de junho de 2012

Se divertir de cara limpa.







Mais um dia limpa.
Meu domingo foi bem movimentado. Fui a igreja pela manhã, depois fui a feira. Comi um pastel com muita pimenta daquelas de queimar a boca rsrsrs.
Encontrei na feira um dos antigos companheiros de uso,quase não o reconheci, todo bem arrumado,cabelo cortado, barba bem feita.
Se aproximou de mim e também admirou-se em me ver, o quanto estou bem, segundo ele. Não o via há pelo menos seis meses. Me disse que parou com o crack,que está na igreja está feliz. Fiquei feliz por ele, muito bom recuperar-se e melhor ainda ver outros também conseguindo sair dessa.
Em casa fiz café acordei meus dois homens e saímos, fomos ao parque da cidade onde aconteceu um evento, festa final da semana da cultura Japonesa. Foi muito bom! Comidas típicas, shows de música, oficinas de origami,artesanatos...O que mais gostei foram dos jovens todos fantasiados com aquelas roupas dos desenhos animados japoneses.
Lamentei por meu primogênito não estar aqui, ele ia gostar muito de ter ido, liguei para ele na volta para contar,ele achou uma pena ter perdido.
Meu marido foi trabalhar e fiquei aqui vendo filmes com
meu filhote.
Quanta coisa legal a gente pode fazer sem a necessidade de estar bêbado ou drogado, para manter a falsa ilusão de que só assim é possível divertir-se.

Mais 24 horas.



Obrigada Jesus
por mais um dia.

sábado, 23 de junho de 2012

♫♫ Sempre em frente...não temos tempo a perder ♪♫




Mais um dia limpa.
Só saí para o supermercado, voltei, pintei o cabelo, fiz as unhas e fiquei curtindo o friozinho na cama com o filhote. Pra que melhor?
Os dias tem sido deliciosos mesmo com o inverno.
Sem a  necessidade da química a gente tem tanta
esperança no futuro,tanta vontade de recuperar o tempo perdido...
Como uma criança reaprendendo a caminhar.
Que seja cheio de serenidade o novo caminho.
Mais 24 horas.


Grata senhor
por mais um dia!

Ótimo domingo!


sexta-feira, 22 de junho de 2012

Curtindo o friozinho.



Mais um dia limpa.
Não saí de casa, tudo normal como sempre.
Falando com meu filho mais velho no msn.Ele fez 19 anos ontem, estou ficando velhaaaaaaaa. 
Terminei mais um dos meus trabalhos.
Nada de muito especial. Curtindo a chegada oficial do inverno.
Uma vida maravilhosamente normal. Muito gostosa
a sensação de viver sem álcool, sem droga, sem 
a necessidade de ter que alterar os sentidos para poder sentir prazer nas coisas.
Cada detalhe  do dia por mais bobo que pareça,
durante a recuperação é uma vitória.
Que bom poder viver este momento tão valioso
em minha vida depois de tantas tempestades.
Mais 24 horas.

Bom fim de semana para todos.

Obrigada senhor 
por mais um dia.



Caps funciona!



video






Mais um  dia limpa.
Hoje foi o último dia do curso de tapeçaria, deu uma saudadezinha precoce, ninguém queria sair quando deu o horário, mas ainda vamos nos encontrar na semana que vem para a entrega dos certificados e confraternização.
Na saída estava chovendo muito, ainda bem que meu marido foi me buscar.
Fiquei aqui o resto do dia com o filhote.
O caps tem  me feito muito bem, lá encontrei pessoas maravilhosas por quem tenho muito carinho. Lembro-me de quando comecei a frenquentar o lugar algumas pessoas falavam mal
e diziam que o Caps não resolveria meu  problema. Que bom que não dei ouvidos,  e posso dizer com conhecimento de causa que estas pessoas estavam totalmente erradas.
Tenho tido sucesso com o tratamento somado a minha força de vontade de continuar limpa, só por hoje. Quem quer consegue.


Mais 24 horas


Obrigada senhor
por mais um dia.





quarta-feira, 20 de junho de 2012

De volta a cracolândia






Mais um dia limpa.
Hoje precisei ir até o centro de São Paulo,
levar o filhote para fazer uns exames na
Santa casa. Eu não ia lá desde que estava grávida, pertinho da cracolândia, sempre achei melhor evitar o lugar.
Sim, vieram umas lembranças mas nada que me 
abalasse muito como imaginei.
Fico triste mesmo é de ver o pessoal dormindo na rua, debaixo de chuva...Muito triste.
Meu marido ficou de folga hoje e foi comigo.
Na volta tirei uma soneca enquanto eles foram na casa da sogra.
Não saí mais de casa, fiquei terminando o trabalho de tapeçaria (lição de casa) para levar amanhã ao caps,é a última aula. Uma pena.
Amanhã também começo a reposição de hormônios 
por conta do Hipotireoidismo, espero que isto
me devolva o bom ânimo.
Hoje até que foi um dia bom. Estava meio receosa em voltar a região da cracolândia,lugar de sofrimento, pedacinho de inferno
onde tive o desprazer de estar por 3 meses.
Estando lá  hoje me senti como se tudo não tivesse passado de um pesadelo,uma história de uma personagem de algum filme de ficção.
Sinto muito por todas aquelas pessoas,torço
para que um dia este problema seja solucionado e alguém lance para elas um olhar mais humano,desprovido de ganância como tem sido por todo estes anos.

Mais 24 horas.

Obrigada Jesus 
por mais um dia.








terça-feira, 19 de junho de 2012

Sonooooooooooooo



Mais um dia limpa graças ao poder superior!
hoje foi dia de atividades no caps,
estava morrendo de sono
por ter dormido muito tarde na 
noite passada.
Estava passando um filme na TV e 
queria ver o final.
Mas apesar do sono consegui ir.
Foi muito bom como sempre.
No finalzinho
a chuva começou a cair.
Na volta fui pegar meu exame de hipotireoidismo,
voltei com a receita do medicamento.
Quem sabe agora vai-se embora o desânimo de vez. Apesar de eu nunca ter me entregado,
as vezes não dá vontade de sair da cama.
A médica disse que com a medicação os 
sintomas melhoram.
O melhor é que vou conseguir
 finalmente emagrecer.
A melhor coisa do mundo é poder 
voltar a fazer coisas simples
como estas que para muita
gente pode parecer bobagem,
mas para quem já foi refém do crack
é maravilhoso poder levar uma vida normal novamente, sem passar o dia
pensando em como conseguir dinheiro
para usar a droga no fim da tarde.
Quando chegamos neste estágio da recuperação
é que damos mais valor ainda as pequenas 
coisas do dia-a-dia.
mais 24 horas.

Obrigada Jesus
por mais
um dia
limpa.





video

segunda-feira, 18 de junho de 2012

♫♪ Aprendi a viver um dia de cada vez ...♪♫


Mais um dia limpa
graças a Deus.
Fiquei em casa com meu filhote,
botando as coisas em ordem
como sempre.
Fazendo meus artesanatos
que também geram uma pequena
renda extra, o que é maravilhoso
não só pelo dinheiro que
nem é tanto, mas por eu ter ganho
com meu próprio esforço.
Acho que nunca comentei
isto aqui.
Tem uma lojinha de uma senhora
que vende meus artesanatos
em consignação.
E assim a vida segue..
Limpa e em busca de novas atividades,
de coisas que me fazem bem,
que me ajudam a resgatar a
alegria de viver 
que um dia o crack me tirou.
Mais 24 horas.

Obrigada Jesus
por mais um dia
limpa.

domingo, 17 de junho de 2012

Preguiça!!!!!!!!!!!!!!!!



Mais um domingão em casa com a família, naquela preguiça.
Depois de acordar tarde, almoçamos, marido foi trabalhar e eu aqui com o filhote.Nada demais.
A novidade é que deixei de ser a drogada alvo de fofocas, agora tem outra, a nora da minha cunhada.
Meu marido chegou em casa com a notícia depois de ter ido na casa da mãe dele. Dizem que ela deixa o filho com a mãe e some por dias, briga com todo mundo e nem deixa minha cunhada ver o menino.
Acho que vou deixar de ser notícia por uns tempos.
Uma pena pela garota, tão jovem, 18 anos e tem um filho de 2, conheceu o crack. Muito triste saber disto.
Não fico feliz em saber nada disto, mas eu fui muito massacrada por estas pessoas(cunhadas) que nem por um momento tiveram a consciência em pensar que o crack pode acontecer com qualquer um. Crack é o mal do século, é um dos cavaleiros do apocalipse se materializando na terra, ninguém percebe.
Nesta batalha os soldados ao invés de unirem forças,brigam entre si, assim o inimigo ganha a guerra facilmente.
Não tenho a pretensão de ser dona de nenhuma verdade, mas estou sempre aberta a quem queira unir forças para ganhar esta guerra, juntos trocando experiências e informações tudo fica mais fácil. Limpa só por hoje. 
Mais 24 horas.


Obrigada Jesus por mais um dia limpa.

sábado, 16 de junho de 2012

Que bom que tudo está em paz!



Mais um dia normal, limpa, é a melhor coisa que se pode ter da vida depois de ter passado pelo pesadelo do crack. A gente chega até a pensar que a vida acabou, que nunca mais vai ser nada além de um verme que vaga a procura da próxima dose, sem esperanças de mais nada. Que bom que tudo tem um jeito quando a gente quer.
Hoje saí com a família, mas voltamos logo. Fiquei na faxina ouvindo música alta do jeito que sempre gostei de fazer nos tempos de ouro em que não conhecia a droga, era feliz e não sabia. Bom mesmo é saber que é possível resgatar a felicidade ao contrário do que muita gente pensa.
É verdade que depois de experimentar crack uma única vez, você jamais será  a mesma pessoa novamente.
É semelhante a uma mordida de vampiro, mas sou Blade, também aprendi a produzir um soro que estaciona 
este mal. O soro é produzido de uma forma individual e personalizada, cada um é seu próprio químico, cada um sabe quais os ingredientes necessários para produzir o antídoto para este veneno. Porém o princípio ativo é sempre o mesmo, força de vontade e fé em um poder maior .
Mais 24 horas para todos.

Grata senhor por mais um dia limpa.




                               

sexta-feira, 15 de junho de 2012

A química se faz presente, é preciso ser forte!


Mais um dia limpa.
Meu bebê está dodói teve febre a noite passada e pela manhã levei ao médico. Ainda está muito resfriadinho, garganta inflamada.
Na saída do portão de casa encontrei um companheiro ainda da ativa que me olhou
com aquele ar de cobrança: Tá sumida hein?! Acenei com a mão rapidamente abaixando o olhar e entrei no carro.
Não tenho a menor intenção em manter qualquer tipo de conversa com meus antigos companheiros de uso, sei que isto
seria dar muita sorte para o azar.
Alguns companheiros do caps, em nossas conversas dizem que ao mostrar aos antigos colegas que estão limpos, conversando com eles  estão estimulando os outros a pararem também. 
Na minha opinião acho muito arriscado. Por mais que a gente pense que está bem,  alguns meses ainda é pouco
para ter tanta segurança. Corre-se o risco de acontecer o contrário. O mais acertado é mesmo cortar relação
com antigos companheiros de uso.
Apesar de toda boa intenção, cabe a cada um a responsabilidade por si. Conseguir isto já é difícil para caramba!
Aqui no blog é diferente, a gente nunca esteve junto em uso, não há lembranças em comum.
é maravilhoso poder trocar experiências.
Hoje quando vi a pessoa em questão, confesso que um filme da época da ativa me passou pela mente, lembrei-me 
de momentos e lugares em que estivemos juntos com outras pessoas. Me deu um calafrio, uma sensação muito ruim.
Elevei meu pensamento ao pai e pedi:  Meu Deus me ajuda! Ao mesmo tempo em que afastei as lembranças da mente,
pensando em outras coisas (no meu filho).
Chegando ao PS, onde levei o bebê, encontrei na sala de espera um dos traficantes com quem costumava comprar. ( Gente que dia)!
Por incrível que pareça, tenho certeza de que ele não me reconheceu, estávamos sentados bem próximos e percebi que não
me reconheceu. Este eu já não  o via há 3 anos. Eu mudei muito neste meio tempo.
A droga se faz presente de alguma forma em sua vida, sempre fará através de pessoas, detalhes, lugares...
Por esta razão é necessário estar forte no propósito de parar, de escolher viver, estar bem e se ficar difícil, peça ajuda a 
Deus e as outras pessoas.
Mais 24 horas.

Grata senhor por mais um dia.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Dia de Caps





Mais uim dia limpa.
Hoje tive aula de tapeçaria no caps, foi nossa penúltima aula, já estou sentindo saudades.
Me deixaram trazer um dos trabalhos para terminar em casa. 
Na volta fiquei o resto da tarde aqui com meu bebê, agora a noite minha sogra veio aqui com uma de minhas cunhadas que mora em outro bairro ,foram embora logo.Foi um dia bom.
Cada vez mais longe da lembrança das drogas. Longe da vontade de beber que era o gatilho de disparo.
E a vida continua, boa,  graças a DEus.
Mais 24 horas.


Obrigada senhor 
por mais um dia.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

E a vida segue...


Mais um dia limpa.
Hoje não saí de casa, acordei tarde, sem muitas novidades.
Mas me sinto bem.
Só por hoje independente do que aconteça, esta é a lei.
Estava olhando umas fotos de família, todos sorrindo felizes, os mesmos que hoje mesmo eu estando 
bem, não me aceitam mais como parte do grupo. Antes eu chorava, me lamentava, agora estou aprendendo
a lidar com este sentimento de rejeição. Olhando para mim ao invés de olhar para os outros, para as críticas,
não fico mais me menosprezando como fazia antes, ao contrário, estou tentando restaurar o que há de bom em mim.
Sou a única responsável por minha recuperação. Aprendi que não devemos revidar as calúnias mas sim viver
de forma que desacredite o caluniador. Antes de perder tanta energia me preocupando com o que pensam a meu respeito,
estou empregando a mesma energia em coisas que somam na minha experiência de vida, coisas boas. Coisas novas.
Aprendendo a gostar de mim, cuidar do corpo, da mente, da alma...Que Deus me ajude nesta caminhada.
Tenho minha própria oração onde peço por nós todos os dias:


Senhor:
Ajude a todos nós, afetos e desafetos, encarnados e desencarnados, do passado e do presente, ilumine e auxilie
no que for necessário ao crescimento de cada um segundo  merecimento e necessidade. Mas não deixe de usar de misericórdia.
Que assim seja.


Obrigada pai por mais um dia.


terça-feira, 12 de junho de 2012

O tratamento continua...




Mais um dia limpa.
Apesar do frio fez de manhã, consegui acordar cedo, fui ao Caps. 
Do Caps fomos caminhando até o ginásio de esportes como fazemos toda terça. Agora temos uma
professora de educação física nova que não deu moleza pra gente. Mas foi muito legal, a aula rever o pessoal,
ver como as pessoas mudam quando aderem ao tratamento. Fiquei muito feliz em ver uma companheira de turma 
hoje, diferente, voltou a se arrumar, comunicativa, disposta a recuperar a guarda da filhinha de 1 ano e meio
que perdeu para irmã.  Conversamos muito e fiquei feliz em ve-la  lúcida, reagindo, de verdade.
Não consigo nem pensar na hipótese de alguém tentar tomar meu pequenino, nossa! Acho que enlouqueceria.
Saindo de lá, passei em uma loja e comprei alguns carrinhos pro meu pequeno, ele adora. Quando cheguei ele fez cara feia
porque saí sem ele, nem quis falar comigo, mas quando viu os brinquedos veio me abraçar contente. 
Meu marido foi trabalhar. Fiquei um pouco de molho na cama, ainda meio resfriada ,depois levantei para arrumar a bagunça.
E lá se foi mais um muito bom como são todos os dias em que passamos sem a droga. 
Mais 24 horas.


Grata senhor por mais um dia.




segunda-feira, 11 de junho de 2012

Mais um dia limpa.



Mais um dia limpa.
Dia frio demais, se ainda não estivesse chovendo...Enfrentei a base de analgésicos e suco de laranja.
Eita gripe que coloca a gente pra baixo! Saí cedo, mas voltei logo. 
Aqui outra vez com o filhotinho, que aliás já está dormindo ( coisa fora do comum), só o frio para fazer
este milagre dele dormir cedo.


Hoje li um artigo e vou postar uma parte aqui sobre o comportamento de um  DQ.


Dependência Química: Principais Características                                                       

 Infantilismo – Oralidade- Fixação- Regressão- Compulsão     
Megalomania
Angúntia
Baixa Auto-estima
Depressão
Intolerância à espera na satisfação do desejo  Imediatismo
Invulnerabilidade, Imortalidade, Onipotência, grandiosidade
Desonestidade 
Frustração  
Imaturidade emocional 
Tendência a minimizar
Obsseção- Negação 
Inadequação
Manipulação
Desvio de caráter  
Racionalização - Justificativa                                        

Qualquer semelhança não é mera coincidência.

Mais  24 horas.

Grata senhor por mais um dia.